260x300

Muitas organizações estão com seus processos empresariais desestruturados, antigos, excessivamente manuais, com dificuldade ou inexistência de informações gerencial, incorrendo na morosidade do processo decisório ou mesmo na tomada de decisões erradas. Neste estágio, estas organizações pensam que a solução dos seus problemas será a aquisição de um ERP - Enterprise Resource Planning - ou sistema integrado de gestão, seja por desconhecimento ou mesmo por indução das empresas que comercializam softwares, que, às vezes, apregoam que basta implementar o sistema integrado para todos os problemas da empresa serem resolvidos. É um ledo engano.
Para que a organização seja beneficiada e tenha uma gestão moderna, é preciso transcender a mera aquisição de um software, independentemente da qualidade deste. É preciso fazer uma modelagem dos processos que garanta a eficácia operacional após a implementação.
Para realizar a modelagem de processos, todas as atividades essenciais da empresa são analisadas numa perspectiva horizontal, desde a captação do cliente até a entrega dos serviços e produtos. Somente após este estágio a consultoria responsável pela modelagem irá contribuir para a seleção do sistema integrado que melhor tenha aderência aos processos da organização de forma isenta. Quando a escolha do sistema integrado de gestão é feita antes da modelagem, sem o acompanhamento de uma empresa de consultoria, são os processos da organização que têm que se adaptar ao sistema, incorrendo na perda de identidade e ausência de eficiência operacional voltada para a concepção do negócio da empresa.
Outro aspecto importante é a condução e sensibilização das pessoas durante o processo de mudança. Inúmeras empresas tentam fazer a reestruturação sem a ajuda profissional e acabam arcando com os custos de tempo, retrabalhos e redirecionamentos, que, a princípio, não precisariam ser feitos se o trabalho tivesse sido acompanhado por especialistas.
A aparente economia da aquisição do software, sem a contratação de uma empresa especialista em processos e em pessoas, é uma alternativa com menor investimento que, geralmente, traz consequências negativas de valores incalculáveis, tanto de natureza financeira como qualitativa.

Lília Barbosa e-mail: liliabarbosa@cozer.com.br
Diário de Pernambuco - 26/11/2006 - Caderno Economia - B12)





260x300260x300